À Segunda Vista

Fazer amor

0
Quando a bunda geladinha, na palma da mão, afofa direitinho
Quando a gente avisa "calma, não é sacanagem"
E ouve "eu sei, fazer amor também é fazer carinho"
A gente percebe como a insegurança de se permitir era bobagem

Djonatha Geremias