À Segunda Vista

Prisão

1
Djonatha Geremias
21 de fevereiro de 2013

A mente é cela.
A parede, carne.
A vítima é carcereira de si.
Prendendo-se, proíbe-me.
Sou ela quem sofre.

Djonatha Geremias